Botao share

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Carta do companheiro Paulo Frateschi para a militância petista.


Fui informado que causou surpresa a ausência do meu nome na Chapa “O Partido que Muda o Brasil” que irá disputar o PED em novembro.

Perguntaram o que teria acontecido para eu ficar fora da chapa.

Esclareço que foi uma decisão pessoal. Há alguns meses tenho dito aos companheiros que decidi não participar da composição do novo diretório.

Fui consultado varias vezes pelo nosso querido Rochinha, coordenador nacional, e pelo companheiro Antonio, coordenador estadual da CNB em São Paulo. Agradecido pela deferência e pela atenção, decididamente declinei da indicação.

Continuo na coordenação nacional da CNB muito afinado com a corrente majoritária que ajudei a construir em todo o Brasil.

Carrego no meu acanhado currículo a honra de ter participado da histórica reunião do colégio Sion e ter assinado a ata de fundação do Partido dos Trabalhadores em fevereiro de 1980. Desde então, sempre ocupei cargos nas esferas da direção.

Há trinta e três anos que disputo políticas e espaços em todos os níveis e instancias. É uma vida.

Além de me proporcionar o privilegio de participar da construção do maior partido de esquerda e de me dar a chance de militar nos grandes movimentos populares e democráticos da história recente do país, o PT sempre foi muito generoso com meus erros e equívocos. Hoje sou um petista reconhecido e o PT não me deve nada.

O 4º. Congresso apontou claramente a necessidade de renovação. O companheiro Lula tem insistido nesta tese, eu entendi o recado que veio da militância que aponta para o futuro.

Precisamos aprender a preservar companheiros experientes que carregam a memória da vida partidária e, ao mesmo tempo, abrir espaços para a renovação com novos quadros dirigentes.

A minha decisão, tenho certeza, ajuda neste processo.

Continuarei minha militância seguindo a orientação de meu partido.

Até dezembro estarei na executiva nacional e me dedicarei ao sucesso do 5º. Congresso.

Vou participar da coordenação da campanha do companheiro Rui Falcão à presidência do PT e da nossa chapa “O Partido que Muda o Brasil”.

E, é claro, vou m empenhar com todo afinco na campanha da reeleição da nossa presidenta Dilma.

Contem com minha militância, um abraço afetuoso.


PT Saudações.

Paulo Frateschi

Nenhum comentário:

Postar um comentário