Botao share

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Será que Serra leu muito o Príncipe de Maquiavel?

Será que Serra leu muito o Príncipe de Maquiavel? No PSDB é sempre a mesma nota.


Outro desejo de Serra: deslocar Alckmin para a disputa presidencial
Eis uma nova especulação sobre o futuro político eleitoral de José Serra: empurrar o governador de São Paulo Geraldo Alckmin para a disputa da Presidência da República em 2014. Assim, ele, Serra, disputaria o governo paulista.
E Aécio Neves? Teria de ficar na fila.
Uma variação dessa especulação é o PSDB ter uma chapa puro sangue para o Planalto em 2014: Geraldo Alckmin e Aécio Neves, como candidatos a presidente e a vice-presidente. Ou vice-versa, dependendo de quem é o interlocutor. Para Serra, tanto faz. O importante seria a vaga aberta para ele disputar o Palácio dos Bandeirantes.
Nessa hipótese, claro, Serra permaneceria filiado ao PSDB. Estaria enterrada a chance de ele vir a se filiar ao MD, novo partido criado por Roberto Freire, do PPS.
Qual é o problema disso tudo? Geraldo Alckmin nem quer ouvir falar nessa possibilidade. Ele tem 60 anos e enxerga mais vantagem em tentar ficar até 2018 como governador de São Paulo. Aí sim voltaria a tentar a sorte numa corrida pelo Planalto (Alckmin concorreu em 2006, contra Lula, e perdeu).

Nenhum comentário:

Postar um comentário