Botao share

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Iniciando o debate: O papel dos filiados petistas, simpatizantes e dirigentes sobre o PED e o 5° Congresso Nacional do PT



A plenária nacional da CNB (Construindo um Novo Brasil) realizada em São Paulo, nos dias 25 e 26 de janeiro de 2013, em minha opinião marca o inicio dos desafios que estão postos para todos nós petistas sobre o futuro do nosso partido para pelo menos a próxima década. O seminário contou com uma expressiva representação de 25 estados (somente AP e RR justificaram a ausência) e uma pauta bastante extensa, abordando vários assuntos voltados para tarefas de caráter estratégicos para o PT e para o Brasil.

O PED (Processo de eleição direta do PT) deve estar voltado para uma ampla mobilização da militância, dos simpatizantes, dos dirigentes e ter um caráter de visibilidade externa voltado para os desafios políticos que estão apresentados para a conjuntura de 2013. O papel dos diretórios municipais e estaduais é de grande importância para garantir esta mobilização. Para que isto aconteça é de fundamental importância juntar a disputa democrática e fraterna com a unidade partidária. Já temos uma longa experiência de que aonde não há unidade não tem espaço para uma boa disputa. É bom lembrar que o resultado saído do PED para legitimar as novas direções é um caminho para nos preparar para o enfretamento que se dará em 2014, nas disputas das eleições gerais, deputados (as) estaduais, deputados (as) federais, “1” vaga senador (a), governador(a) e a reeleição da nossa presidenta Dilma Roussef.

O outro grande momento será a realização do nosso 5º congresso nacional do PT que acontecerá no primeiro semestre de 2014. Nele com certeza tiraremos metas e resoluções que marcarão uma profunda renovação política e conceitual do partido para enfrentar os desafios do século XXI. Aqui neste ponto trarei outras opiniões em momentos oportunos, uma vez que ainda estamos no começo das discussões sobre a pauta. Por enquanto é só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário