Botao share

terça-feira, 31 de julho de 2012

Que a justiça seja feita


Para a justiça, Ação Penal 470. Para a velha mídia e a oposição, o “mensalão”. Para mim, uma tentativa de golpe.

Depois de sete anos que o Supremo Tribunal Federal aceitou a denúncia da Procuradoria Geral da República, maldosamente inventada pelo denunciante e abraçada pela mídia com o nome de “mensalão”, daqui 72 horas começa o momento final para se virar a página de uma das mais caluniosas e espetaculares invencionices já vistas no País.

Trata-se, como em muitas outras passagens em relação à história do PT, de mais uma armação com o objetivo claro de prejudicar o Partido e um projeto de governo democraticamente consagrado nas urnas pela maioria da população brasileira em 2002.

Lamentavelmente, um julgamento que deveria ter acontecido antes veio se arrastando no tempo e agora decidem faze-lo em plena campanha eleitoral. A mim não causa surpresa porque a cada eleição a velha imprensa, que dá sobrevida a uma quase falida oposição, inventa ou requenta invenções sempre tentando nos derrotar nas urnas.

Isso ocorreu em vários momentos, como já tenho citado em outros artigos aqui postados. Foi assim em 89 com o seqüestro de Abílio Diniz, quando obrigaram os seqüestradores a vestir camisetas do PT. Foi no último debate na TV Globo com a disputa entre Lula e Collor. Foi em 2006 com esta ação penal fantasiosa chamada de “mensalão”. Foi em 2010 com as mentiras veiculadas sobre a quebra de sigilo fiscal de Serra e também sobre o incidente da memorável bolinha de papel atirada na cabeça do tucano e agora um arsenal batido e rebatido a respeito deste “mensalão” fantasioso.

Eu poderia citar aqui muitos outros fatos para as pessoas terem a dimensão exata do tipo de chantagem a que estamos expostos.

Porém, mais uma vez estou seguro e convicto de que um Partido forjado nas lutas políticas e sociais, com um contingente de mais de um milhão e meio de filiados e filiadas, 40 mil candidatos/as a vereador/a, mais de 2.600 candidatos/as a prefeito/a, mais de 1.700 candidatos/as a vice-prefeito/a, mais de 3.800 jovens candidatando-se na idade até 29 anos, com o apoio do movimento sindical e popular, e mais a ação democrática dos espaços na rede social, saberemos dar a resposta adequada a estas manobras antidemocráticas e golpistas da elite e da velha mídia.

Conclamo a todos os filiados e simpatizantes do PT a terem a devida serenidade que o momento exige, mas temos que ter em mente que o “petista de carteirinha” não se intimida, nem antes e nem depois do primeiro grito.  

Que a justiça seja feita!

Nenhum comentário:

Postar um comentário