Botao share

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Estão com medo do quê?


Uma semana atrás postei na rede social a seguinte frase: “Papagaio come milho, periquito leva fama”. E logo embaixo disse que a previsão era de que “a onça iria beber água”. Recebi inúmeras manifestações questionando por que motivo eu tinha usado essas expressões. Obviamente, eu não tinha a intenção de dizer nada. Tratava-se somente de uma provocação para despertar a mente para a atual conjuntura.

Hoje, o jornal O Globo traz em sua manchete a senha para decifrar minhas frases soltas: “PT quer abafar mensalão com a CPI do Cachoeira”, afirma o jornal.

A grande mídia quer requentar o “mensalão” e transformá-lo novamente em escândalo nacional, ainda mais agora, que o caldo começa a entornar para o lado dela.

É sempre necessário recordar qual foi o comportamento dos meios de comunicação no último debate presidencial das eleições de 1989, na famosa disputa entre Lula e Fernando Collor. Isso é o que eu chamo de “informar desinformando”.

Outro episódio pitoresco foi o sequestro do empresário Abílio Diniz, no bojo da mesma campanha eleitoral, quando o PT foi injustamente envolvido no assunto. Na época forçaram os seqüestradores presos a posarem para fotos vestindo camisetas do PT.

Os exemplos, de lá pra cá, se multiplicaram. Basta lembrar do episódio da bolinha de papel nas eleições de 2010.

Eu gostaria de saber qual é a preocupação da mídia com a instalação de uma CPMI para investigar os tentáculos do bicheiro Cachoeira. Estão com medo do quê?

A mídia e a “oposição” passaram esses anos todos pedindo CPI para tudo – sempre em nome da ética, da moral e dos bons costumes na política. Agora está evidente que, para eles, a investigação só vale quando os alvos são o PT e os governos do PT. Agora querem desqualificar a CPI, dizer que é vingança do PT, que o PT que “melar” o julgamento do “mensalão” etc.

Isso par mim tem um nome: desespero.

Mas fiquem tranqüilos. Não é do interesse da bancada do PT ou da base aliada transformar essa CPMI em um balcão de fomento de escândalos, como eles gostam de fazer. Nem queremos melar nada. Queremos, sim, trazer a verdade à tona.

Uma coisa são os fatos; outra, são as versões. Existe um fato concreto que são os malfeitos cometidos por um senador da República, que se comportava como um personagem na tribuna e transformava-se em outro ao descer o último degrau da mesma. Recordo-me, inclusive, do comportamento desse senador quando esbravejava contra o nosso saudoso companheiro, então presidente da Infraero, senador Carlos Wilson. Naquela época já nos seus últimos dias de vida, acometido pelo câncer, Carlos Wilson era atacado sem nenhuma complacência pelo “paladino da ética e da moral”. Talvez com um trabalho minucioso da CPMI, nós possamos saber quais as verdadeiras razões da fúria do Senador/Cachoeira em relação ao então presidente da Infraero.

Imaginem se esses fatos mais recentes – dos “mensalões” do PFL e do PSDB ás conexões Cachoeira/Demóstenes/Perillo – tivessem ocorrido com integrantes do PT ou da base aliada... É possível que, para a mídia, o pedido de impeachment fosse pouco. Talvez pedissem a queda da própria República.

Esta mesma mídia, que fomenta versões e esconde fatos, não foi capaz de levar aos seus leitores e assinantes um assunto que estava engavetado/adormecido desde 2009 – talvez porque não quisesse ver seus aliados (os partidos de oposição) chafurdando na lama às vésperas das eleições de 2010.

Daí a importância da regulamentação da mídia.

Lamento sinceramente que alguns petistas com função pública, institucional ou de direção passem perto de algumas ervas daninhas, sejam elas do meio político, social ou de comunicação.


Ainda sobre “mensalão”, nós, do PT, temos todo o interesse de que ele seja julgado o mais breve possível. Sabemos que os jornalões estão ansiosos para isso aconteça porque nos últimos tempos não estão tendo, da parte do PT e do governo, condições de procurar “chifre em cabeça de cavalo” – e esta pode ser a oportunidade de transformar tal assunto batido e rebatido em um escândalo nacional durante alguns dias.

Na minha opinião, a população brasileira já está vacinada em relação ao comportamento dos hipócritas contra o governo e o PT.

Portanto, que a verdade venha à tona. Aí sim, a onça irá beber água!

Francisco Rocha da Silva (Rochinha), coordenador da Comissão de Ética do Diretório Nacional do PT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário