Botao share

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Eleições 2012: Compromisso com o projeto


Como não poderia deixar de ser, boa parte das energias do partido está hoje voltada para as disputas no Parlamento e a definição da estrutura administrativa do governo Dilma.

Passado esse período, é hora de o PT começar a se preparar, entre outras demandas, para as eleições municipais de 2012, tendo em vista a nova realidade do país e os desafios políticos que temos pela frente.

Pensar em 2012 significa, antes de mais nada, estudar em profundidade os muitos problemas que afligem as principais cidades brasileiras. Não que o PT, enquanto força viva da sociedade, tenha um dia deixado de fazer isso. Mas é necessário reconhecer que, nos últimos anos, a dinâmica dos processos político-eleitorais acabou levando para segundo plano esse aspecto fundamental de nossa atuação partidária.

A consolidação de nosso projeto de país, com a eleição da presidente Dilma, oferece a oportunidade para voltarmos a debater com mais vigor tais questões, sobretudo no que se refere aos grandes e médios municípios.

Ou seja, precisamos começar a pensar, no plano de atuação das prefeituras, aquilo que o governo do presidente Lula fez em nível nacional, abrindo uma pauta de discussão política e temática que trace diagnósticos e aponte soluções locais para assuntos como geração de emprego e renda, segurança pública, saúde, educação, moradia de baixa renda, saneamento básico e infra-estrutura urbana, entre outros.

Esta deve ser, a partir de agora, uma das tarefas mais urgentes do partido em todas as suas instâncias.

Na minha opinião, a definição dos nomes para as eleições majoritárias de 2012 deve estar calcada no compromisso das candidaturas com a discussão destas pautas.

Nas próximas semanas, darei continuidade a este e outros debates pertinentes à vida partidária.


Nenhum comentário:

Postar um comentário